quinta-feira, 31 de março de 2011

Comilança

Meu menininho está cada dia mais esperto e independente. Agora ele começou a querer comer sozinho. A gente só consegue dar a comida na boca dele se ele estiver na mão uma colher para também pegar a comidinha no prato. Aí já viu, o almoço e/ou jantar acaba naquela lambança! 

O engraçado é quando ele finge que está comendo. A gente dá uma colher vazia na mão dele e um potinho, aí ele faz de conta que é o prato e começa a brincar de comer. Enche a colher, leva a boca e depois solta um sonoro "nham", depois oferece a colher pra mim, pra vovó, pro papai, enfim, pra quem estiver por perto. 

Dia desses ele estava brincando no quarto e pegou a pazinha de praia e lá foi ele brincar de comer e oferecia a pazinha para os brinquedos, foi tão bonitinho!!!

Bom, agora as refeições já não são como antes. Fatalmente acabará com roupinhas manchadas, chão, cadeira e até parede imundas, mas a imagem dele tentando comer sozinho compensa qualquer sujeira, afinal, como aquela marca de sabão em pó já dizia: "Porque se sujar faz bem!"

Mas para quem acha que o José Guilherme é um lambão está muito enganado, ele também já sabe se comportar fora de casa. Quando saímos para algum restaurante, festa, etc, ele fica que nem um rapazinho, sentado à mesa naquelas cadeiras mais altas e comendo direitinho (é claro que nesses casos eu não deixo ele fazer aquela bagunça). Todo mundo elogia o comportamento dele! rsrs

Abaixo uma foto de um desses momentos de quero comer sozinho. Ele comeu um caqui (na verdade metade, pois a outra metade está espalhada pela foto) e depois estava tomando um suquinho de laranja.


sexta-feira, 25 de março de 2011

Festa de Aniversário

No último domingo (dia 20) fizemos uma festinha para comemorar o aniversário do José Guilherme. Estava tudo perfeito, ele se divertiu bastante, ao lado dos priminhos, titios, vovós, amigos, enfim, de todos que o amam. Ainda não tenho fotos da festa, assim que tiver eu posto aqui!


Antes de preparar a festa, ouvi de muitas pessoas que não valeria a pena, que a criança não aproveita nada, que não vai lembrar, mas fica a experiência: O meu gostosuro aproveitou cada minutinho de tudo! Brincou bastante, sorriu, tirou muitas e muitas fotos fazendo 1 aninho com o dedinho, enfim, ele poderá até não lembrar deste dia, mas as lembranças fotográficas estarão lá para quando ele quiser rever tudo, e também, eu precisava comemorar esse momento tão especial, a lembrança de estarmos juntinhos há um ano!!!


Ele ganhou tanto presente que estamos com dificuldades de guardar tudo!!! rsrs O jeito foi enviar alguns para a casa da vovó Vanete, pra ele se divertir por lá também!!





Obrigado a todos pela presença e obrigada também pelos presentes cheios de carinho!!!

quinta-feira, 17 de março de 2011

As conquistas do primeiro ano

Pois é, um ano já se passou e com isso também passa a fase do bebezinho totalmente dependente e cada dia mais meu menininho se mostra mais independente, cheio de desafios a alcançar:

  • Está quase andando, se levanta numa facilidade se apoiando nas coisas (mesa, cadeira, armário, parede...) chega onde quer;
  • Já faz manha quando quer algo;
  • Tem ampliado cada dia mais o seu vocabulário. Agora além do au-au e outros animais (como sapo "apo"; pombo, cocó) agora já pede para sair (saí), comer (ham ham), mamar (mãmã), ir passear (rua aí), etc;
  • Adora folhear revistas e claro, rasgá-las também;
  • Enfiar o dedinhos naqueles lugares mais inusitados e proibidos, como uma fresta da porta, tomadas, gavetas;
  • Testar se o chão realmente é duro com o seu rosto (cair de cara no chão);
  • Adora fazer coisas que não deve, quando vai fazer vira pra gente, faz sinal de não com a mãozinha e lá vai mexer naquilo que dissemos anteriormente que não devia;
  • Seu esporte predileto é me morder - estou com os ombros, joelhos, braço cheio de roxos - acho que são os danados dos dentinhos nascendo. Mas tinha que ser eu a sorteada?
  • Come um prato de pedreiro, parece até que está há dias sem comer. No almoço, além do pratão, come sobremesa, um suco e ainda fica filando pedacinhos de legumes do prato da mamãe (novamente eu a sorteada!) e depois arremata tudo com o delicioso mamazinho da mamãe!
  • Não pode ver ninguém comendo algo que lá vai pedir um pedacinho;
  • Quando encrenca, só aceita comer se deixar que ele se sirva, ou seja, ele pega a colher e faz aquela bagunça, acertando todos os lugares ao redor da sua boca, menos a boca, claro!
  • Adora música e já faz a coreografia do "Pintinho Amarelinho", "Sapo que mora na lagoa"; "Um, dois, três indiozinhos"
E para quem perguntar: como você aguenta esse pique todo do menino? Onde fica o botão de desliga? Descobri um truque: Temos um DVD de músicas infantis que o deixa paradinho, olhando atentamente o vídeo. Assim, quando estou muito cansada, lanço mão do bendito video e tenho 20 minutos de "sossego". O problema é que ele não é só ipnotizante para o José Guilherme, mas também para o papai dele! kkkkk

Para provar que não estou mentindo, abaixo está uma das músicas prediletas do José Guilherme, exibida no seu DVD predileto e coreografada pelo seu pai!




quinta-feira, 10 de março de 2011

1 ANO!!!


Hoje o meu fofuro completa 1 aninho!
Que legal, estou muito, muito, muito feliz por tudo que passamos juntos todo esse tempo e mais feliz ainda em pensar que esse é só o começo...

Já está muito tarde, não consegui chegar até o computador mais cedo, de forma que estou super cansada. Então vou deixar pra escrever mais depois, por agora, coloco umas fotinhas, mês a mês de todo o seu primeiro aninho de vida!
Parabéns meu gostosuro!!!

No dia que nasci!


1º Mês: Cheirinho da mamãe


2º Mês: Atento a tudo ao seu redor

3º Mês: Banho gostoso (adoro)!

4º Mês: levantando a cabecinha pra ver melhor os brinquedinhos
5º Mês: Comi a minha primeira papinha (bananinha)

6º Mês: que friozinho!

7º Mês: Fazendo bagunça no berço

8º Mês: adoro fazer caras e bocas para fotos
9º Mês: Oba chegou o verão - primeira vez na praia!

10º Mês: Visita ao Monsteiro Zen Budista 
11º Mês: Levantando no berço!!!


terça-feira, 1 de março de 2011

Dá licença, eu sou o pai!


Apoio totalmente esta campanha. Na verdade acho que o pai deveria ter até mais que 30 dias de licença, tamanha a importância desta figura nos primeiros dias do bebê.

O Alexandre ficou do meu lado na primeira semana e depois (até hoje) me acompanha a todas as consultas médicas do bebê. Com o papai ao lado a gente se sente muito mais segura e tranquila para os cuidados com o bebê.