sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Só mais um pouquinho...


Com o termino do Horário de Verão, neste domingo ganharemos de presente mais uma hora de sono...

É... mas... pois... vejamos...

Alguém aí tem uma idéia de como eu faço pra explicar E CONVENCER o José Guilherme que teremos mais uma hora pra dormir???

Criança diz cada uma!!!

Ontem eu perguntei ao menininho:
- Bebê, o que você lanchou na creche hoje?

E ele mais que depressa:
- Anchinho! (Lanchinho)

Hoje eu perguntei:
- Bebê o que você papou na creche hoje?
E a resposta:
- Papá!

---------------------------------------------------------------------------

Ele estava me mostrando umas bolinhas coloridas, eu apontava para cada uma delas e perguntava qual era a cor:
Que cor é essa?
- Azul
E essa?
- Melho (vermelho)
E essa?
- Melo (amarelo)

Então apontei para a blusa que eu estava vestindo:
E essa?
- Mamãe!



quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Carnaval...


Quando era criança lembro que o meu pai me levava, junto com o meu irmão mais velho e os meus primos, ao centro de Vitória pra curtir o carnaval. Não sei se era o ponto de vista de uma criança ou se realmente estava sempre cheio de gente pelas ruas, todos fantasiados, ouvindo marchinhas, dançando e se divertindo... Eu adorava a farra que fazíamos, tomando refrigerantes e depois aproveitando a latinha e algum palito de churrasco para nos unir a banda que tocava sem parar.

Depois quando jovem, preferi passar o carnaval com os amigos. Alugávamos uma casa enorme (quarto e sala) que abrigava confortavelmente umas 100 pessoas. Ficavamos ouvindo músicas baiana estridente, correndo atrás de um trio eletrico. 

Mais tarde foi o tempo de curtir o forrozinho pé-de-serra na praia de Itaúnas, não passávamos um carnaval sem frequentar a vila de pescadores mais famosa do mundo forrozístico. E assim foi até que um certo menininho resolveu crescer na minha barriga e ter a previsão de nascimento justamente na época de carnaval. Desde então ficamos "de molho" em casa, só assistindo a farra pela TV. 

O tempo passou, o menininho cresceu e agora sim, já podemos começar tudo de novo.  E literalmente começamos do começo. Fomos aproveitar o  carnaval de marchinhas, só que desta vez no município de Domingos Martins. E quer saber? Adoramos. Dançamos, andamos atrás da banda de metais, pulamos, além de encontrar vários amiguinhos...

Agora que o carnaval passou, finalmente o ano está começando, e com ele muitas e muitas novidades virão!!!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Não fui eu!

Ouço um barulhinho e sinto aquele odor caracteristico. Então pergunto:

- Quem soltou pum?

E o menininho com a maior cara lavada:

- Mamãe!


terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

A Creche...

Ontem foi o primeiro dia do meu gostosuro na creche. Como disse anteriormente, estava com o coração pequeneninho em ter que deixar o meu bebezinho nas mãos de alguém que eu mal conhecia.

Cheguei na creche no horário marcado (12:30) e lá estavam as "tias" sorridentes esperando os menininhos e menininhas para o seu primeiro dia e, encostadas numa parede, parecendo que esperavam a hora do fuzilamento, as mamães com aqueles olhinhos marejados, doidas para invadir a sala e pegar os seus fofinhos e levar pra casa...

Eu não quis conversar com nenhuma mãe, na verdade eu não queria que ninguém me visse. Estava me sentindo uma criminosa, corri para casa e fiquei com os telefones na mão o tempo todinho esperando que a diretora da creche me ligasse dizendo que o meu bebê estava chorando e que eu deveria busca-lo...

A ligação não veio e fui mais aliviada buscar o meu gostosuro. A professora falou que ele chorou um pouquinho mas que logo se integrou com as outras crianças. Porém quando o menininho me viu fez uma carinha de dar dó. Um biquinho de mágoa e logo começou a chorar... Nem precisa dizer que eu também não aguentei e abri o bocão!!!

Fomos para casa e eu fui perguntando o que ele achou da creche, falou um monte de coisas (que eu não entendi) entre elas que comeu bolo, suco e que a menina pulou! rsrs

Hoje para garantir que eu não iria desistir, o papai foi levar o meu gostosuro comigo. O José Guilherme chegou lá, pegou na mão da professora e me deu tchau, com direito a beijinho e tudo!

Quando voltei para busca-lo ele estava brincando com um triciclo. Antes de ir embora ele deu tchau para a tia, para a menina, para o neném, para o pula-pula, escorregador, casinha, arvore, vento...

Acho que ele gostou não é mesmo??? rsrs

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Fim das férias...

Pois é, foi muito bom enquanto durou mas as férias acabaram...

Não sei se foi por conta dos diversos estimulos ou se já estavam programados em seu DNA mas o José Guilherme deu um salto enorme no crescimento neste período de férias:

Aprendeu a pular, se sentiu mais seguro para entrar no mar, agora aceita pegar na mão de outras pessoas, tem uma maior interação com outras crianças, está comendo praticamente sozinho o almoço e jantar (as frutas já comia sozinho, mesmo se precisasse de garfo ou colher) e na ultima semana ele está falando que nem uma matraca, não para de falar, cantar, resmungar... nem imagino quem ele puxou!

Agora vamos começar um novo desafio:

O meu gostosuro começa amanhã a frequentar a creche.

Estou aqui num mix de sentimentos que nem sei direito o que são: culpa por deixa-lo tão novinho a frequentar uma creche mas ao mesmo tempo feliz por conseguir um tempinho pra eu me cuidar mais; imaginando que ele não vai se adaptar, ou melhor, que eu não vou me adaptar...

Mas vamos que vamos, amanhã será o grande dia... depois eu volto aqui pra ecrever como foi!!!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Identidade capixaba...



Desde o dia que me descobri grávida devorei tudo que se referia a gestação, bebês, maternidade... Entrei em vários grupos de discussão, fiz cadastro em vários sites a fins, comecei a companhar um zilhão de blogs... enfim, como uma amiga disse, eu era uma mamãe antenada! rsrs
Essa peregrinação sempre me ajudou (e ajuda) muito na minha formação como mãe. Quando tinha problemas de amamentação corria para o grupo do Orkut para tirar as dúvidas com as mamães, quando o bebê estava com algum sintoma suspeito, corria para a net e lá estavam as mamães do Bestbaby para me ajudar e não supermedicar o meu gostosuro.
Também aprendi a valorizar mais o trabalho das mamães empreendedoras, a comprar produtos mais adequados as caracteristicas do meu bebê e outras tranqueiras, a brigar por meus direitos como gestante, como mãe, como cidadã. Ajudei a orientar várias amigas mamães de primeira viagem como eu...
Conheci muitas idéias legais, eventos maravilhosos, grupos de discussão incomparáveis, mas tudo era tão distante de mim... (São Paulo, Brasilia, Porto Alegre...)
O fato é que sempre senti falta de ter algo aqui mais pertinho. Mas agora isso está mudando pois já foi criado o grupo MAMÃES CAPIXABAS no Facebook. A idéia de criar o grupo surgiu num de pate papo com várias mamães após uma sessão de cinema do CineMaterna em Vitória. Estávamos reclamando da falta de opções de lazer para fazermos com as crianças na Grande Vitória e assim decidimos criar um espaço onde pudéssemos nos encontrar, dar pitacos, etc...

O maravilhoso é que este grupo tem rendido bons frutos. Estamos organizando vários eventos junto com os nossos pimpolhos como piqueniques, tarde na praia, caminhadas... Também são divulgados trabalhos que as mamães realizam, grupo de apoio ao parto humanizado e muitas outras atividades... Também tenho feito ótimas amizades através do grupo.
Que venham muitas em muitas novidades para estas mamães carentes desse pedacinho de terra capixaba!!!

Foto de uma das atividades que realizamos em Janeiro...