domingo, 9 de dezembro de 2012

Vovó Bisa Elcia foi pro céu!

Se avó é ser mãe duas vezes, então bisavó é ser três ou é voltar a ser criança?
 
O fato é que a vovó bisa era sua fiel compania, todos os dias lá estava ela para brincar, brigar, acordar...
 
Mesmo em seus momentos finais, quando já estava acamada, o José Guilherme não deixava de "importunar" aquela velha senhorinha de cabelos brancos, verificando se já papou tudinho, se já tomou banho igual o Guilherme, além de ser seu companheiro nas itermináveis missas e terços na TV, mesmo que fosse para revirar todos os santos que estavam cuidadosamente arrumados em sua mesinha santuário e perguntar se ela tava dormindo (já que estava de olhos fechados rezando).
 
A vovó bisa também era a sua justificativa quando questionávamos que menino grande não usa fraldinha. Derradeiramente lá vinha a resposta: "Só o José Guilherme e a vovó bisa usa falda né mamãe?!"
 
No dia em que a vovó bisa se foi, iamos sair com o José Guilherme. Ele se arrumou e correu para o quarto dela e foi pedir sua benção. Como a vovó não entendeu ele ficou todo tristinho e choroso até que ela levantou a mão. Ele todo sorridente pegou suas frágeis mãos, beijou e pediu a benção. Deu tchau e saiu para nunca mais vê-la.
 
Quando perguntamos a ele onde a vovó bisa está ele olha imediatamente para a imensidão do céu e fala: Ela mora lá no céu, igual a estrelinha...
 
Dia desses ele me perguntou: Mamãe, a vovó bisa foi pro céu de avião?
 
Sim vovó bisa Elcia, vá em paz, de avião, para a estrela mais brilhante do céu!
 
Foto tirada em Março de 2012.