quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Por que? Porque? Porquê?...

Sempre esperei com bastante ansiedade cada fase do meu gurizim: o primeiro sorriso, a primeira papinha, os dentinhos, a birra... mas confesso que tem uma fase que se eu pudesse eu passaria batida: a fase dos "Porques".
 
Começa assim, devagarinho e bem engraçadinho, mas quando você vê, qualquer coisa é motivo para te sabatinhar até você não ter mais fôlego, nem imaginação, nem paciencia para responder tantas perguntas. Às vezes, tenho a impressão que o danadinho do menino está perguntando só por que não tem nada mais interessante a fazer do que ver a mãe com cara de tacho! E aí a conversa termina com a fatídica pergunta: "porque você não sabe porquê mamãe?" e você responte: "Porque eu não sei!" E aí você pensa que acabou, mas ainda virão mais um zilhão de: "Mas por que você diz não sei?" e você coloca tudo aquilo que aprendeu nos livros, nos grupos de discussão, na sua ótima teoria de mãe abaixo e solta um: "Ai menino, vai brincar por que eu já cansei de responder!" rsrs

É claro que tenho consciência que essa é uma fase muito importante para o desenvolvimento intelectual, cognitivo, socioafetivo... do meninim e é por isso que tento responder sempre com a maior calma cada uma de suas perguntas. Mas confesso que, às vezes, aproveito a paciência mor e a técnica mágica do papai para tomar frente da perguntação, afinal, só mesmo o pai para conseguir sanar todas as duvidas de um meninim afoito por conhecimento. Com o papai bastam apenas um ou dois porques para conseguir entender tudinho e não ter mais duvida alguma.

Hoje tivemos mais um momento de papo cabeça entre pai e filho:
 
Meninim: - Papai, quero ver o peixinho... por que ele está sozinho?
Papai: - Por que é um Beta e ele só gosta de ficar sozinho!
Meninim: - Mas por que ele só gosta de ficar sozinho?
Papai: - É por que ele é da familia anabantidae onde os machos são muito agressivos e territorialistas e não conseguem conviver juntos num mesmo aquario. Quando isso acontece, eles começam a brigar entre sí e se machucam. Para evitar que isso aconteça, os criadores de peixes de aquario evitam colocar mais de um peixe desta especie no mesmo aquario...
E aí o meninim saiu de perto, sem perguntar mais nadinha e eu nem imagino por quê! rsrsrs
 
E assim vamos seguindo nossos dias: Tentando manter o máximo de paciência que uma mãe a beira de um ataque histérico zem budista pode ter, entoando o mantra do nosso saldoso Nelson Ned que diz: "Mas tudo passa, tudo passará..." tentando lembrar que,  daqui a pouquinho, vou ficar morrendo de saudades dessa fase interesseira por tudo que cerca a vida do meninim mais gostoso do mundo todinho!

domingo, 11 de agosto de 2013

Parabéns papai!

Para o papai sempre companheiro de aventuras, desejamos um ótimo, maravilhoso, magnifico e inesquecível dia dos pais!!!

Imaginação

E aí que o meninim ganhou um novo amigo, amigo não, amiga! Só que desta vez é uma amiga imaginária, companheira de aventuras e momentos de carinho. A amiga do gostosuro é uma cachorrinha, peludinha e pequenininha chamada Bolinha!
 
De vez em quando, o meninim vem ao nosso encontro carregando a bolinha pela cordinha, e aí corre pelo corredor com ela, fica fazendo carinho no sofá...
Então, dia desses ele pediu para o papai pegar a bolinha, e o pobre coitado do papai, que não sabia se tratar de um cachorro, jogou para o filho a tal bolinha e aí, dá pra se imaginar: o caos inserido. Afinal, o pai jogou no chão, sem dó nem piedade, a cachorrinha pequenininha e peludinha!
 
Mas então, tudo explicado, resolvido e perdoado, voltamos à normalidade, com o menininho tendo como companhia a fofíssima "Bolinha"!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

O artista!

E aí que o meninim simplesmente ama desenhar. Se for com tinta então, faz a maior lambança!
Não existe espaço para se expressar, então qualquer lugar é lugar para escrever e rabiscar, então, é só eu dar um instante de bobeira que voilá! Já temos uma nova parede, armário, chão, camisa, lençol... rabiscado.

Porém até então as obras de arte se resumiam a uns rabiscos sem sentido, ou  no máximo, escrever as letrinhas vogais. Mas eis que o gurizim fez o seu primeiro desenho com sentido: um arco-iris cheio de cores, pena que eu não consegui registrar! :(

Mas nessa semana, para me encher de orgulho o meninim sacou sua latinha de lapis de cor, um papel e foi desenhar. Primeiro desenhou sua nova especialidade: um arco íris com 8 cores e depois, para minha surpresa, fez o desenho da nossa família.

E para a mamãe babona aqui, é a imagem mais linda, extraordinária, perfeita da nossa família! E se alguém disser o contrário, vai ter que se entender comigo depois! (risos).

1° registro da nossa família feita por José Guilherme (05/08/2013 - 3 anos)




segunda-feira, 10 de junho de 2013

Dentão de jacaré

Se tem uma coisa que não temos problema aqui em casa é com a hora da escovação. O meninim sempre gostou muito de escovar os dentes e então aproveitamos para ser este um momento de diversão.
 
O único problema é que ele quer escovar sozinho e isso se resume a engolir toda a pasta que colocamos na escova. Então, combinamos o seguinte: ele escova primeiro, e aí fazemos toda a ladainha que não pode engolir pra poder fazer espuminha nos dentes, que machuca a barriga..., e depois é o momento de eu ou o Alexandre escovar os dentinhos.
 
Temos muita preocupação em não tornar esse um momento massante, então, sempre que o gurizim está muito enjoado e não que escovar os dentes, já que são raros, resolvemos não insistir e acaba que, por algumas vezes, o meninim vai dormir com os dentinhos sujos. Então, logo pela manhã fazemos a higiene bucal.
 
Desde que os dentinhos do gurizim apareceram começamos a levá-lo ao dentista, mas como o meninim ficava muito ressabiado com a consulta, resolvemos leva-lo a outro consultorio o que, pra nosso alívio, ele adorou.
 
No início ficou muito desconfiado ao sentar na cadeira da dentista, mas com muita paciencia, ela foi conversando com o José Gilherme, explicando para que servia cada aparelhinho e foi "limpando", junto com ele, os dentes do Sr Jacaré. Assim ele foi ficando mais familiarizado com a sala e com a dentista e foi se acalmando. No final, abriu o bocão e deixou, como num passe de mágica, que a dentista examinasse seus dentinhos, que foram muito elogiados!
 
Agora, sempre que o meninim vê a foto da tia Lea, logo pergunta quando vamos voltar!!!
 
Tia Léa do Topdent Praia da Costa - consulta finalizada e meninim feliz!
 
 
 

domingo, 19 de maio de 2013

Meu presente especial!

E o papai estava perguntando ao meninim qual o presente de dia das mães que ele iria me dar e prontamente o danadinho sugere:
- Eu vou dar um carrinho de polícia!
Mas meninim, o carrinho é um brinquedo, o que você vai dar pra M A M Ã E?!
- Um carrinho de polícia ué, pra bincá comigo!
 
 
Então tá né!!
 
 
Falando em presente de dia das mães adorei esse vídeo:


sexta-feira, 3 de maio de 2013

A saga da exclusão dos serviços da prestativa amiga ruminante...

 
Afinal, se precisássemos mesmo de seu precioso leite teríamos nascido bezerros!
 
 
O meninim sempre teve o intestino muito preso. Sempre me preocupei com isso, mas todos os médicos lidavam como um fase e/ou preocupação excessiva de mãe. O fato é que ultimamente as prisões de ventre estavam bem mais intensas e ainda acompanhadas com fezes extremamente ácidas, causando irritação, além de fissuras e hemorróidas. Como o gostosuro sempre teve uma alimentação bem rica em fibras, verduras e frutas laxantes, sentia que havia um problema a mais.
 
Levamos numa nutricionista que avaliou e finalmente tive um profissional da saúde que começou a acreditar na minha preocupação. Então fomos encaminhados a uma gastropediatra que, após uma entrevista bem minusciosa desconfiou de alergia a proteína do leite.
 
Combinamos então que faríamos uma dieta bem rigorosa com a restrição da proteina do leite (leite e derivados) por dois meses e se os sintomas não sumissem iríamos fazer alguns exames e restringir mais alimentos (como soja, glutem, ovos...).
 
Começamos a dieta há duas semanas e o meninim já mudou consideravelmente. O intestino tem funcionado bem direitinho e já não temos mais irritação nem fezes ácidas!
 
O fato é que agora fazemos parte de um novo mundo: O fantástico mundo do ET que não pode comer quase nada!
 
  • Agora faz parte da nossa rotina ler sem excessão todas aquelas maravilhosas letrinhas minúsculas dos rótulos de todos os produtos;
  • Sempre que vamos sair pra comer fora temos que sair fazendo um questionário digno de um óscar de melhor filme investigativo para aquela pessoa que fez a comida: Tem leite, queijo, manteiga, margarina, a bancada estava suja de leite quando manipulou o alimento????
  • Em nossa casa estamos nos desfazendo (comendo escondido) todos os produtos que contém leite e fizemos um acordo que não consumiremos mais dentro de casa nada com leite, somente quando estivermos na rua sem o meninim.
  • Temos que ouvir constantemente das pessoas coisas do tipo: Besteira, antigamente não tinha nada disso e todo mundo vivia bem! Isso é frescura de mãe!...
  • Num espaço educativo (creche), tive que brigar para o meninim não ser excluido, já que a diretora da escola achava melhor oferecer o lanche diferente dentro da sala de aula (escondido dos coleguinhas) já que os colegas iam ficar perguntando por que ele comia diferente... - E o processo educativo? A inclusão? Como as crianças e também o José Guilherme irão aprender a respeitar as diferenças?...
  • Também na escola a tal diretora não queria entrar em contato com a nutricionista, já que considerava que não tinha quase nada com leite e tomar de vez em quanto não tem problema.
  • Precisamos contactar a secretaria de educação, o conselho de alimentação escolar e também a equipe de nutricionistas do município para garantir a alimentação especial pro gurizim na creche e finalmente fazer a tal diretora entender a gravidade de um processo alérgico.
 
O bom é que a adaptação do gurizinho tem sido bem tranquila. Como ele já não gostava muito de leite não tivemos problema, somente com o iogurque que ele amava tomar todas as manhãs. Então substituí com iogurte de soja e, como o sabor não é muito agradável ele está diminuindo o consumo consideravelmente. Acredito que daqui a pouco ele não irá mais sentir falta.
 
Sempre que vai comer alguma coisa ele pergunta se tem leite. Também já aprendeu a barganhar com a tal alergia como quando não quer comer alguma fruta logo fala: não quero essa maçã não mamãe por que tem leite quero biscoito que não tem!!!
 
Eu também estou descobrindo um novo mundo de sabores, texturas e cheiros. Já vi receitinhas deliciosas de quitutes sem leite que aos poucos vou experimentar...
 
Enfim, como em toda vida materna, temos sempre novos desafios e lutaremos sempre para que nossos filhotes tenham a melhor infância do mundo!!!

domingo, 14 de abril de 2013

Parlenda...

Por que hoje é domingo e pede cachimbo... vamos de parlenda:
 



 
"Um-dois, feijão com arroz
Três-quatro, feijão no prato
Cinco-seis, virou freguês
Sete-oito, comeu biscoitos
Nove dez, comeu pastéis!"

sexta-feira, 12 de abril de 2013

O roubo...

 
Nessa semana passamos por um episódio muito chato. Nosso carro foi arrombado e roubaram o aparelho de som e outros objetos e livros.
 
Segue então a versão de um meninim sobre o episódio do roubo:
 
- Mamãe não tem música! (carinha triste)
Eu: É meu bem, por quê?
- Por que o moço pegou a música e não devolveu, agora ele vai ficar com a música e eu vou ficar sem! Não pode né mamãe, muito feio não devolver. O moço vai ficar no cantinho do pensamento lá na escolinha!
 
 
Obs: sobre o cantinho do pensamento, quase tive um troço, mas isso é assunto para um outro post! (Aff)

domingo, 7 de abril de 2013

Dilemas dos três anos.

O nosso gostosuro está crescendo. E juntamente com o tamanho vem chegando também a independencia...
 
Porém não tem sido nada fácil para o nosso gostosuro ter que assumir certas responsabilidades de uma quase criança, como juntar os brinquedos ao final da brincadeira, comer sozinho ou tirar a roupa. Hora quer ser um bebê, então vem todo carinhoso até o meu colo e fica imitando um neném. Outras horas quer independencia, e então vem cheio de marra e atitude.
 
Hoje tivemos duas cenas  hilárias que me vi obrigada a registrar:
 
- Mamãe quero fazer xixi!
Eu: Meninim vai fazer xixi sozinho!
- Eu não consegue, só tenho 3 anos!!!
 
Minutos depois:
Vamos tomar banho bebezinho da mamãe?
Gritando: Eu não sou bebê, sou José Guilherme Helmer Carniele "J" três anos!!!

quarta-feira, 20 de março de 2013

Curiosidade de menino...

Toda vez que nos deparamos com algum conhecido é de praxe, vão logo desfiando aquela mesma ladainha: "Nossa, que menino lindo! Qual o seu nome? Quantos aninhos você tem?"
 
Como não poderia ser diferente, o meninim agora vai às forras. Sempre que vê algo diferente, não importa se é gente, cachorro, cavalo, ou ser inanimado, vai logo me perguntando:
- "Qual é o nome? Quantos anos? Onde é que mora???"
 
E então aproveitando sua curiosidade começamos a ensinar o seu nome completo e onde mora. Porém tem horas que o danado está de saco cheio e não quer responder nadinha. Então vem logo com sua nova arma: as palavras inventadas por ele:
 
Ei menininho, qual é o seu nome?
- Pipopi
Quantos aninhos você tem?
- Papipô
Onde é que você mora?
- Lababa...
E por aí vai...
 
Dia desses, acho que o gurizinho deve ter ouvido de alguém que o ônibus parecinha uma sardinha de tão cheio, pois quando fomos pegar um onibus pra passear ele perguntou: Mamãe a gente é peixe?

domingo, 10 de março de 2013

3 anos!

Nosso menininho agora já tem 3 aninhos. É uma delicia vê-lo cada dia mais descobrir o mundo. Todos os dias nos deparamos com novidades e atitudes cada vez mais independentes. Sinto uma certa saudade daquele bebezinho totalmente independente que só sabia chorar, mamar e dormir, mas também fico super orgulhosa com o meu menininho quase criança que está se transformando.
 
Na medida que o tempo passa, sinto que eu também me transformo em uma mãe e cidadã melhor e devo tudo isso a você meu gostosuro.
 
Desejo a você um feliz aniversário e quero que esta data se repita por muitos, mas muitos e muitos anos com todos nós juntinhos.
 
Te amo muitão, do tamanho do seu coração!!!
 
 

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Férias!!!

Estas férias tem sido maravilhosa para toda a nossa familia. Estamos todos juntos de férias em casa: Eu, o Alexandre e o José Guilherme, já que agora ele também já tem suas atividades diárias na creche.
 
Neste mês aproveitamos cada dia uma nova descoberta. Fomos passear no shopping, praias, parquinhos... nos encontramos com amiguinhos... comemos pratos diferentes e também "porcarias" como chocolate e pizza no final da tarde, andamos à cavalo, nadamos, mergulhamos...
 
Finalmente conseguimos voltar a Itaúnas, o lugar que começou a nossa história, já que foi lá que eu e o Alexandre começamos a namorar. Já não íamos pra lá desde 2006 e retornar àquele lugar levando junto o fruto do nosso amor foi ainda mais mágico.

 
 
 Além do significado especial do lugar, essa pequena viajem nos trouxe também muitas surpresas: percebemos como é gostoso ficarmos juntinhos, experimentando coisas novas. O José Guilherme adorou tudo, ficava o dia todo dentro da água, fosse no mar, rio ou piscina. Até começou a dar suas primeiras braçadas e mergulhar (pelo menos enfiar parte da boca dentro d'água e dizer que mergulhou).
 



A minha mãe também foi junto e também adorou tudinho, não para de falar que quer voltar pra lá e curtir a quietude e beleza do lugar...
 
Agora as férias estão acabando e já já voltamos todos a trabalhar. O José Guilherme vai mudar de creche. Agora ele irá frequentar uma UMEI da prefeitura que fica bem proximo da nossa casa...
 
Enfim, seja bem vindo 2013!!!